Boo!

gravatar
 · 
março 11, 2022
 · 
3 min read

Quero muito começar este texto dizendo que eu não sou um bom escritor, não uso termos que facilitam a leitura e entendimento das minhas ideias, até porque eu sou meio enrolado nas coisas, falo rápido, tenho uma dicção bagunçada e talvez não saiba usar corretamente alguns porquês =)

Então, sabendo isso, eu optei por seguir escrevendo sempre da forma que eu falo, informal, engraçada (eu pelo menos tento), mas muito sincera. Vocês não estão vendo agora, mas podem imaginar e acreditar, eu estava fazendo gestos enquanto falava e digitava tudo isso, até agora.

Mas bem, levando em consideração que você já conheça a minha história aqui na internet, posso te adiantar que aqueles posts roxinhos viraram artigos com fundo branco e texto preto, igualzinho esse que você está lendo agora (assim espero), mas caso você não faça ideia do que eu estou falando, sugiro e até "pido" para que você visite esta página aqui, ela é a que chamamos de sobre em todo site, hehe.

E o que aconteceu com os posts roxinhos?

Bem, posso dizer que eles viralizaram muito, ensinaram muito (principalmente pra mim) e ajudaram a fortalecer a comunidade do design gráfico, sem sombra de dúvidas. Mas o Pedro, no caso eu, sempre tratou, tanto os posts como a forma de se comunicar, algo muito pessoal e isso era refletido e comunicado de acordo com o seu humor, clima e momento.

Então aquele estilo cômico e alegre de escrever tudo com piada, termos engraçados e tal, eram repfletidos nas cores roxo e amarelo, era uma harmonia divertida de ver. Na psicologia das cores essa harmonia representa a infidelidade e mentira, esse realmente não era o ponto crucial da minha forma de se expressar, então, pensando bem, as cores não eram de fato algo a focar na minha comunicação, era mais como eu fazia isso.

E agora, com um Pedro (ainda sou eu) mais amadurecido, elas deram lugar a um tom mais minimalista que eu sempre amei e ainda não tinha condições de viver (sim, minimalismo tem um preçinho).

"Tá, mas se você está dizendo que os posts roxinhos agora viraram artigos preto e branco, isso quer dizer que o Pedro está triste e desmotivado?

Season 5 No GIF by The Office

Muito pelo contrário, eu acho que me encontrei muito mais aqui com o clássico, minimalista (não que preto e branco seja regra de minimalismo, tá?), mas o básico e o simples me pegam e eu amo isso.

Isso não reflete só no site, nos posts, nos Stories, etc. Isso reflete na minha vida também, jeito de se vestir, de agir, de pensar... foi uma virada de chave e tanto.

Vou continuar tratando de assuntos pessoais e profissionais como sempre fiz, só que dessa vez nesse meu novo estilo, que nem é tão novo assim, haha. Já fazem 2 anos que eu venho me adaptando e mudando tudo por aqui, desde uma camisa, passando por gadgets e dispositivos até um escritório completo.

As pessoas no começa perguntam se é uma promessa, o motivo, se eu vejo vantagem, ficam receosas de me perguntarem algo e, já deve ter acontecido, claro, olharem pra mim e se perguntar: pra onde vai esse maluco todo de preto?

E tá tudo bem.

Se é sobre isso ou não, nunca saberemos <3

Continue…

Este não é nenhum post cômico, de portfólio ou um daqueles posts com dicas. E ele também não foi pensado para ser um post motivacional, não. Caso ele lhe motive, parabéns, foi um bônus. …

Pense, rabisque e execute.

Em 2019 um projeto fictício meu, o Pássaro Dourado, foi destaque no @worldbranddesign e bronze no Prémio de Identidade VIisual do @publicitarioscriativos além de aparecer em algumas comunidades como @branding.mob e @designersbookshop. Mas não estou aqui pra me vangloriar, nem hoje, …

É um ciclo

Comece, falhe, aprenda, mude, tente novamente e acerte. Não espere a perfeição para iniciar um projeto, iniciar sua vida #freelancer ou qualquer outra coisa.⠀⠀"Um professor de arte em cerâmica dividiu uma turma em dois grupos na …
Comments

No comments.

Leave a replyReply to

Back to top Arrow